Casa de doméstica em SP, está entre as melhores construções do mundo

Proprietária de casa simples que venceu importante prêmio internacional é uma empregada doméstica de 74 anos. Dalvina fez economias durante três décadas que possibilitaram uma mudança de realidade quando a estrutura começou a desmoronar.
Um imóvel na Vila Matilde, zona Leste de São Paulo, ganhou na categoria casa o prêmio internacional Building of the Year 2016, que elege entre milhares de projetos as 14 melhores construções do mundo.

Segundo Pedro Tuma, um dos responsáveis pela obra, toda a casa foi levantada em seis meses e ficou pronta em 2014.

Para Pedro, além da importância do prêmio, esse tipo de projeto também serve para mostrar que a arquitetura é sim para todos e que não é necessário muito dinheiro para desenvolver bons projetos.

História inspiradora

A casa, toda feita em concreto, recebeu investimentos de 150 mil reais e pertence à empregada doméstica Dalvina Borges, de 74 anos.

Além de seu acabamento pouco usual, a residência tem uma história curiosa e inspiradora.

Dalvina fez economias durante 30 anos que possibilitaram uma mudança de realidade quando a antiga casa começou a se deteriorar.

A quantia de R$ 150 mil era o que ela tinha na poupança para investir. Com a ajuda do filho, em vez de um construtor, a família procurou por arquitetos para realizar o projeto.

O escritório Terra e Tuma aceitou o desafio e se responsabilizou pela empreitada, mostrando que uma casa arrojada e funcional não é sinônimo de custo alto.

Confira imagens da Casa de doméstica em SP:

 

A obra foi construída pelos arquitetos Pedro Tuma, Danilo Terra, e Fernanda Sakano, pertencentes ao escritório Terra e Tuma Arquitetos.

C
Casa de doméstica em SP Casa de doméstica em SP

Segundo Pedro Tuma, o período de execução de toda a obra foi de apenas em seis meses, sendo que ela foi finalizada no ano de 2014, onde foram gastos um montante no total de 150 mil reais na época.

O arquiteto destaca que, além da importância do prêmio, outro fator é que esse tipo de projeto serve também para demostrar que a arquitetura está disponível para todos e, inclusive, com pouco dinheiro é possível conseguir desenvolver muitos bons projetos arquitetônicos.

 Casa de doméstica em SP Casa de doméstica em SP

Os profissionais responsáveis pelo projeto arquitetônico tiveram seus serviços solicitados pelo filho da proprietária do imóvel, que ajudou a construir a casa.

Casa de doméstica em SP Casa de doméstica em SP

Assim, o desafio foi lançado ao escritório Terra e Tuma que aceitou e tomou a responsabilidade pela empreitada.

De modo que eles conseguiram provar que, para construir uma casa arrojada e funcional, não quer dizer que necessariamente tenha que gastar muito dinheiro.

Ele e sua família não queriam que a idosa vendesse o imóvel e posteriormente mudasse para um local mais distante ou pior, então decidiram incentivar a mãe a usar todo o dinheiro que economizou e levantar uma nova construção no mesmo local de sua casa antiga.

Fonte:1news

GOSTOU? VOCÊ SABIA TEM MUITO MAIS…